domingo, 1 de maio de 2016


Autor: Claudio Cesar Marcondes
Manifesto: Cidadão Brasileiro

Eu sou um cidadão brasileiro, e como tal me vejo no dever de alertar meus compatriotas para o que está acontecendo com a nossa sociedade. A desigualdade social aplicada no Brasil está desenvolvendo mentes criminosas tão evoluídas, que superam a genialidade dos políticos em burlar o sistema.
Muitas destas mentes poderiam estar contribuindo beneficamente para a construção de um país melhor, com sua força, sua criatividade e inteligência.
Porém ao verem seu projeto de vida se esvaindo por entre seus dedos por causa da incapacidade de liderança dos homens, e uma profunda indiferença da sociedade, usam todo o seu talento para organizar o crime, e com ele comprar quem quer que seja: Político, Advogado, Promotor, Juiz, entre outros.  Uma lista infindável de pessoas instruídas, que usam sua instrução, seu conhecimento, e o seu poder, contra eles mesmos, que fazem parte da sociedade.   ( Trágica ignorância.)
Infelizmente juntaram-se alguns indivíduos graduados da sociedade e os marginais, em prol de um único objetivo, desestruturar o bom senso do cidadão, e o fazer acreditar que nada vai mudar, por que quem manda, é quem detem o poder, não importa de onde ele venha se é de um magistrado, ou se é de um drogado com uma arma na mão. Porém não perdi a esperança no povo brasileiro, ainda há um pouco de civilidade, e ao invés de mudar do país, tentarei mudá-lo. Em virtude de tudo isto, é como membro da sociedade que não vou ficar assistindo a tudo em cima do muro, darei a minha contribuição para que este quadro de insanidade coletiva se altere, e as desigualdades gritantes entre pobres e ricos, iniciem um profundo decréscimo, e só então a ordem e o progresso poderá reinar novamente.
Sei que sou apenas um brasileiro entre milhões, mas sei também que uma única atitude que eu venha a tomar, poderá mudar a minha vida, e a de quem está ao meu redor, para o bem, ou para o mal.
Eu já escolhi o meu lado, e garanto que esta escolha só me trará bons frutos. E você já escolheu o seu?

sexta-feira, 29 de abril de 2016



Autor: Claudio Cesar Marcondes
Argumentação: A Revolução social

Apresentação

Meu nome é Cláudio César Marcondes, tenho quarenta e quatro anos, e estudei apenas até ensino médio devido a divergências socioeconômicas. Trabalho com decorações em gesso há mais de vinte anos, e o que ganho não é muito para ter uma vida tranquila e confortável, mas como assalariado não tenho muito que reclamar.
Sou apenas um lutador como a maioria dos brasileiros que tem um sonho, e buscam realiza-lo.
Eu particularmente tenho o meu sonho. Possuo o talento de escrever, e quero produzir meu próprio filme, pois sempre fui apaixonado pelo cinema e tenho o dom de contar histórias.
A história que conto neste roteiro se chama a “Redenção de um homem”, e é fascinante, porém no país em que vivemos dificilmente um cidadão comum como eu, e com pouco estudo, teria uma oportunidade de demonstrar seu verdadeiro talento se não se dedicasse exclusivamente a este propósito, realmente eu teria que parar de exercer minha profissão atual e estudar muito, além de trabalhar na área em questão. Infelizmente não tive este privilégio, e neste momento meus filhos não precisam de um sonhador, e sim de um provedor, porém eu sei que a história que eu conto é muito boa e pode vir a fazer muito sucesso.
Então buscando realizar meu sonho pensei em produzir o filme independentemente, mas para produzir-se um filme comercial no Brasil não é tão simples assim; os equipamentos são muito caros, e necessita-se de um grande contingente de pessoas capacitadas para a produção de um longa metragem, além do aluguel de cenários.
Porém com todas as adversidades não desistirei do meu sonho jamais, e a fé que tenho em meu coração me guiara por este caminho tortuoso, até que eu alcance o meu objetivo.
Refletindo muito sobre o assunto decidi arregaçar as mangas e ir à luta, então resolvi criar a COOPERART (cooperativa das artes), esta empresa é uma organização cooperativista; seu objetivo é unir pessoas que possuem pensamentos e sentimentos em comum, e buscam uma qualidade de vida mais propicia.
Com esta cooperativa regulamentada é possível requerer do ministério da cultura recursos para custear o filme em questão, e juntando evidências positivas também poderemos angariar patrocínios junto às empresas e pessoas físicas, além de financiamento junto a bancos.

Oportunidades a todos que as querem
Dificilmente muitas pessoas que não possuem uma estrutura financeira, conseguirão exercer os seus verdadeiros talentos e viverem dignamente com os recursos provenientes deste talento, pois necessitam sobreviver a todo custo, muitas vezes executando tarefas árduas e mal remuneradas em prol da sua subsistência.
Infelizmente estas pessoas não encontram oportunidades em suas vidas devido às políticas obsoletas das mídias em geral, e também porque não possuem recursos, nem tempo disponível para irem à busca destas oportunidades, por este fato vivem frustradas e tristes, exercendo funções que não às satisfazem, e não às valorizam como seres humanos.
Devido a todos estes fatos, vários talentos que seriam emergentes ficam adormecidos, e inevitavelmente são esquecidos, pois não são exercidos, e nem praticados.
A proposta da COOPERART é unir pessoas que se encontram nesta situação: que são talentosas e criativas, porém não possuem opções de oportunidades para desempenharem suas vocações.
A organização destas pessoas gerará recursos para que todos os seus membros tenham oportunidades iguais, e possam desenvolver seus eventuais talentos.

Sede Administrativa;  Uma das prioridades da COOPERART em primeira instância será a criação de sua sede administrativa, que será equipada com estúdio de gravação, sala de artes plásticas, sala de debates, palco para apresentações de grupo de dança, de teatro, de música, sala de computação, sala de imprensa e rádio, além de refeitório.
A sede estará aberta de domingo a domingo e será não somente um local de trabalho, mas também de recreação para seus integrantes e familiares.



Estatuto da Organização

 1º.        Patrocinar e incentivar indivíduos que possuem talento ou vocação para desempenharem ações relacionadas à área das artes, e que queiram mudar suas vidas para melhor.

 2º.        Promover reuniões frequentes entre os integrantes da organização para formar e concluir novas ideias.

 3º.    Mover ações entre órgãos públicos e privados que busquem gerar patrocínios e financiamentos, para a realização de projetos que estiverem em pauta.

 4º.    Preservar o meio em que vivemos em todos os seus aspectos, e incentivar a preservação realizando movimentos, palestras e documentários sobre o assunto.

 5º.     Criar um centro de formação para indivíduos aptos a desenvolverem projetos sociais e culturais.

 6º.        Promover o patriotismo e o orgulho nacional em todas as camadas da sociedade.

 7º.        Desenvolver e articular ideias que favoreçam o bem comum, debatendo, votando e concretizando qualquer proposta feita à organização

 8º.        Estimular o voluntariado público e englobar comunidades a organização.

 9º.        Integrar-se a empresas que tenham meios de viabilizar novos projetos.

10º.      Divulgar e defender a organização em todos os âmbitos.

11º.      Organizar passeatas e movimentos públicos que incentivem doações de alimentos não perecíveis e de roupas, que serão destinados a doações.

12º.        Disseminar a paz e a união 
Diretrizes da Organização

 1º.      Formar uma organização de pessoas criativas e talentosas que têm  ideais em comum:
- Difundir seu potencial cultural. 
- Obter oportunidades de aprimoramento intelectual e financeiro.
- Colaborar com o desenvolvimento de uma sociedade justa e solidária.  
                                    
 2º.   Montar uma sede administrativa totalmente equipada com recursos voltados ao processo evolutivo da organização.

 3º.        Selecionar adultos, jovens e crianças que possuem um potencial artístico para:
         Artes plásticas
         Audiovisual
         Fotografia
         Desenho
         Música
         Pintura
Escrita
Dança
         Teatro

 4º.  Os integrantes da organização serão capacitados culturalmente, recebendo aulas práticas para desenvolverem seus eventuais talentos. Doravante capacitados formarão equipes que desenvolverão:
- Exposições, filmes, documentários, séries, shows, entre outros.

 5º.        Todas as ações do projeto serão gravadas em áudio e vídeo, formando evidências para a capacitação de recursos oriundos de patrocínios, tanto governamentais como empresariais.

 6º.        Com o importante apoio dos órgãos competentes, divulgaremos nossos ideais em função de organizarmos um evento de produções artísticas, que terá como objetivo descobrir e apoiar novos talentos na área em questão.                                                    

quinta-feira, 28 de abril de 2016



Oportunidades a todos


Ao longo dos anos venho experimentando seguidas frustrações relacionadas aos políticos, e a política, pessoas em quem acreditei, e dei um voto de confiança, me traíram profundamente. Não vem ao caso citar nomes, já não fazem mais parte do meu universo. Porém a suas exceções, existem homens e mulheres que realmente estão interessados em transformar este país em um lugar melhor criando leis e mecanismos para que o povo na sua grande maioria de pobres, possa em conjunto eliminar a desigualdade social através da cultura, exemplo disto é a lei Rounet, uma lei de incentivo a cultura que unifica o governo e os empresários em pró de um patrocínio a projetos de filmes, peças teatrais, musicais, entre outros. Mas do que adianta a lei se a sociedade não à absorve, existem brasileiros talentosíssimos que estão esperando apenas uma oportunidade para mostrarem o que sabem, e com isto mudarem suas vidas definitivamente, ao invés disto são arrebanhados pelas classes marginalizadas, contribuindo para o crescimento da violência, e tornado o país um lugar cada vez mais perigoso. Sou um dos integrantes da sociedade, e como tal tenho os meus direitos e deveres, muitos dos meus direitos são extirpados pela minha falta de conhecimentos das leis, e assim acontece com a maioria dos brasileiros de classe baixa, porém também tenho os meus deveres, e muitas vezes me omito por pensar que sozinho não mudarei esta tendência, porém, está na hora de mudar minha atitude, e deixar de esperar que somente os políticos tenham o dever de transformar o país.                                                                                                                          Por este motivo darei a minha contribuição como cidadão para um Brasil melhor, em virtude de tudo isto criei um projeto social, e acredito que todos os integrantes da sociedade deveriam fazer o mesmo, e com isto resgatar a decência, a moral, e fortalecer o orgulho de ser brasileiro.                                                                                                          
Ao longo desta página darei explicações detalhadas de como realizar este projeto.